Trilha – Passeio Estrada da Petrobrás e Estrada da Limeira

Neste final de semana, fizemos nosso primeiro passeio offroad do ano, percorrendo a Estrada da Petrobrás, passando pelo viaduto abandonado e seguindo pela Estrada da Limeira, ambas atravessando a Mata Atlântica na Serra do Mar.

Partimos para Salesópolis às 4h30 da manhã, passando por dois pontos de encontro: um no Graal Market (Rodovia Carvalho Pinto – km 67) para reunir a maior parte do grupo e depois já em Salesópolis – SP no posto Ipiranga (Av. Prof Ademar Bolina – 1136).

Iniciamos nosso percurso da Estrada da Petrobrás na cidade de Salesópolis, no alto da Serra do Mar.

Também conhecida como Estrada do Sol ou “Descida” da Petrobrás, ela tem esse nome por ser um meio de acesso para a manutenção das válvulas dos oleodutos e em meio a mata existem diversas saídas com placas indicativas a esses acessos e podemos visualizar os locais onde os dutos estão enterrados, cortando a Mata Atlântica.

Nós dois num primeiro momento não sabíamos, mas descobrimos que Estrada da Petrobrás é uma trilha clássica muito conhecida no cicloturismo paulista. Por isso, nos deparamos com vários grupos de ciclistas em Salesópolis nesse início do percurso. Mesmo com algumas subidas mais íngremes e condições irregulares, boa parte desse trecho é mais tranquilo para bikes.

Nela encontramos alguns pontos para parar, admirar os locais, fotografar, esticar as pernas e aliviar o cansaço.

PEDRA DO MARACAJÁ

Recebe este nome em homenagem ao gato maracajá que foi avistado neste local. Espécie solitária rara e de hábito noturno.

  

MIRANTE DA CRUZ

O Mirante da Cruz é um ponto de observação da Serra do Mar, onde podemos ver uma falha geológica em forma de cruz em uma das montanhas. Por muito tempo, simbolizou o caminho certo para os tropeiros, escravizados e aventureiros que subiam a Serra do Mar, o caminho do Padre Dória e ponto de parada para descanso. Era costume religioso marcar com cruzes os locais de parada, de descanso. Moradores e tropeiros narravam ter encontrado outras cruzes em meio a mata.

 

O RIO PARDO & ESTAÇÃO DA PETROBRÁS
A ponte do Rio Pardo é um ponto ótimo para tirar fotos e logo adiante, próxima a Base/ Estação da Petrobrás é possível se refrescar na cascata/cachoeira.

 

O VIADUTO ABANDONADO

Paramos para ver um dos dois viadutos que estão abandonados há mais de 40 anos no meio da Serra Mar. Construídos nos anos 70, eles faziam parte do projeto original da rodovia Rio-Santos, que não foi concluído por conta da crise econômica decorrente da crise do petróleo, comprometendo os investimentos federais.
Assim, os viadutos foram abandonados e um novo projeto interligando os trechos já construídos da Rio-Santos margeando o litoral, foi realizado. Saiba mais

No entanto, não há ligação entre o viaduto e os morros a volta. Para pisar na ponta é preciso escalar uma escada, o que obviamente, não pareceu uma boa ideia para nós. Porém, o trilheiro (e trolleiro) Agenor fez uma foto com seu drone e o resultado é espetacular.

Créditos: Agenor Amaral . Clique na imagem e veja o vídeo.

É impressionante a imagem de uma estrutura imensa dessas no meio da vegetação nativa. Aos poucos ela vai tomando conta do viaduto esquecido.

ESTRADA DA LIMEIRA – Pedras, MUITAS pedras

Até ali, o grau de dificuldade poderá variar conforme a época do ano, clima e condições da estrada, mas é nítido que a dificuldade aumenta após na Estrada da Limeira, a qual termina em São Sebastião. Por isso muitos optam por seguir até Caraguatatuba, evitando essa trilha.

A Estrada da Limeira é mais estreita, com uma vegetação mais densa e fechada, subidas íngremes com muitas pedras e concreto. Dali adiante, já não encontramos motos, bikes, nem veículos 4×4.

É comum imaginar que se trata de uma descida, mas ledo engano. Essa etapa exige atenção e resistência, pois em todo roteiro não há recursos como: água, alimentação, banheiro ou socorro. Por isso é imprescindível ir em grupo (comboio) para realizar esse percurso com maior segurança.

O passeio durou cerca de 8h, com as paradas, de Salesópolis até São Sebastião.

A Experiência

Poder adentrar o Parque Estadual da Serra do Mar, ver muitos manacás todos floridos em nosso caminho e ter contato com tantos tons de verde na mata mais densa, prestando atenção nos sons, nas mudança da vegetação e se imaginar pequeno no meio de tanta beleza é indescritível. Definitivamente uma experiência única para nós.

 

Posted by trilhadalente

Somos um casal que decidiu reunir seus destinos e fotografias para inspirar pessoas.

One comment

Deixe uma resposta

Required fields are marked *.