Breve visita à Extrema – MG

Mais um ano se inicia, um ciclo que se renova e começamos 2018 retomando nossas viagens!

Minas Gerais se tornou uma opção de destino muito bacana e acessível para nós, principalmente com a alta temporada e os altos preços de hospedagem na praia. Nessa época são comuns as chuvas por lá, sempre um tempo mais nublado, um chuvisco ou ainda uma chuva bem forte mesmo, te isolando na pousada.

Fomos assim mesmo e não nos arrependemos. Nos 3 dias tivemos apenas um dia de muita chuva, no qual focamos as visitas às igrejas, museus e nos outros pudemos passear para conhecer a cidade. Até deu tempo de dar uma visitinha em São João Del Rei. O 4º dia foi de retorno e vamos contar as paradas que fizemos no caminho de volta, já que foram 7h de viagem.

Nossa viagem começa em Extrema – MG

Portal de entrada cidade extrema mg

1º DIA – EXTREMA, MG

Extrema é uma cidade que faz divisa com o Estado de SP e fica a apenas 2 horas de Sorocaba, o que é muito bom para nós que ficaríamos apenas 1 dia. Assim não demoraríamos muito para chegar e desfrutaríamos do hotel e da cidade.

Nos hospedamos no Hotel Villa Lobos, um lugar espetacular com um clima todo aconchegante para descansar, aproveitar o dia na piscina e tem uma iluminação a noite que deixa tudo mais lindo. Foi um grande achado no Booking, mesmo de última hora.

hotel villa lobos extrema mg

hotel villa lobos - quarto

hotel villa lobos - quarto hotel villa lobos - banheirohotel villa lobos - mesa de xadrez - área de lazer

vista do quarto

hotel villa lobos - fachada

O café da manhã fica no piso superior, é bem agradável e variado. Também há um restaurante que serve porções e as refeições do almoço ou jantar à parte.

Como estávamos comemorando o aniversário da Ju nesse dia, optamos por jantar lá mesmo e escolhemos uma truta que estava excelente, assim como os acompanhamentos.
A sobremesa foi cortesia do hotel para a aniversariante.

restaurante do hotel villa lobos extrema

Vista para o Restaurante e Piscina

Vista para o Restaurante e Piscina

O que fazer em Extrema?

A cidade tem cinco roteiros e boa sinalização dos pontos turísticos. No hotel já tivemos acesso ao guia da cidade que explica cada rota e seus pontos, mas se preferir, você pode acessar aqui alguns roteiros:

Rota da Rosas : foca o centro da cidade e seus atrativos. . O Santuário de Santa Rita de Cássia, o artesanato, o roteiro gastronômico da cidade.  No centro você encontra também o Centro de Informações ao Turista (CIT). Vale a pena ir para obter mapas e indicação de guias e profissionais necessários para as trilhas, assim fica mais fácil de se localizar na cidade.

 

Rota das Águas: Pico do Lobo Guará (acesso 4×4), Cachoeiras, Prainha com restaurante e outros atrativos rurais (Paraíso do Shimeji, Apiário Flor Brazil e Café Mineiro). Em 2017 foi inaugurado o Radix Adventure Park no Parque Municipal da Cachoeira do Salto, onde é possível praticar rafting, bóia cross, tirolesa, parede de escalada.

 

Rota dos Ventos: rota com trilhas para caminhada, pedras para escalada e prática de rapel, Rampas de Vôo Livre, Serra do Lopo, visita à Reserva Florestal do Sauá e Convento Ain Karin (acesso com condutores). Também integra-se ao município de Joanópolis e ao distrito de Monte Verde.

 

Rota do Sol: mirantes onde se avista a Serra do Lopo, serra de Itapeva e os vales dos rios Jaguari e Camanducaia.

 

Rota das Pedras: Serra das Anhumas, sítio arqueológico Pedra do Índio.

» Roteiro Gastronômico de Extrema

» Calendário Cultural – Eventos 2018

» Mapa da Cidade

Nossa escolha:

Como chegamos à tarde e iríamos apenas passar a noite, optamos por duas visitas apenas: o Apiário Flor Brazil que fica no caminho para o Pico do Lobo Guará, outro local que queríamos conhecer. Não deu tempo de passar no Paraíso do Shimeji, mas com certeza iremos numa próxima!

Apiário Flor Brazil

Quem visita o apiário tem a opção de fazer um percurso educativo sobre o mel, suas propriedades, as abelhas, o seu processo de produção, levando por fim a pessoa à lojinha. Há também a opção de ir direto até a lojinha.

O percurso é bacana principalmente para crianças, mas eu acredito que em breve precisarão de uma manutenção/atualização para manter o interesse e organizar melhor para agradar a todos.

Lá na lojinha você verá uma variedade de produtos com mel: para beber, comer, cuidar do corpo, rosto, cabelos e até alguns de propriedades medicinais/terapêuticos. Eles tem hidromel!!! A Giovana foi super atenciosa conosco explicando o propósito do apiário, história de seu pai e de como o mel já beneficiou a vida de tantas pessoas.
Vale a visita. Foi muito bacana!

Pico do Lobo Guará

Pico do Lobo Guará

Visitamos o Pico do Lobo Guará sem saber como era realmente a estrada já que a placa dizia “apenas 4×4”, percebemos no meio do caminho o motivo de somente veículos 4×4 chegarem lá: a estrada é pequena, em alguns pontos tem asfalto outros é terra, cheia de curvas e só passa um carro por vez. Existem alguns pontos que somente veículos 4×4 conseguem subir, principalmente em dias de chuva ou que a estrada de terra não esteja em bom estado.

Ao chegarmos na parte final da estrada há uma porteira que se deve manter fechada, pois o proprietário do local tem criação de alguns animais. Vamos lá, seguindo… a etapa final da estrada é a subida mais íngreme de todas dessa estrada e ufa chegamos! Que visual lindo que temos nesse Pico do Lobo Guará! Conseguimos ver toda a região e todo o vale ali da cima.

Pico do Lobo Guará - Troller

Pico do Lobo Guará

Pico do Lobo Guará

Pico do Lobo Guará

casal trilha da lente

[CONTINUA…]

 

Posted by trilhadalente

Somos um casal que decidiu reunir seus destinos e fotografias para inspirar pessoas.

  • Category: viagens
  • Tags:

One comment

  1. Adorei as dicas!!!! O difícil será escolher entre as rotas!

    Reservei o mesmo hotel!!!

    Obrigada pelas dicas casal!

Deixe uma resposta

Required fields are marked *.


This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.